Make your own free website on Tripod.com

Magistério da Mediocridade

Resumo feito por: Ana Paula

A muleta da vovó

A história nos fala sobre uma professora récem formada que tem a tarefa de alfabetizar 34 crianças e utiliza para ministrar as  suas aulas um roteiro que foi usado pela sua avó.  Logo as crianças não compreendem o que era falado . A educação tem que acompanhar a evolução dos tempos.


O diretor Modernoso

O diretor que se dizia moderno, falava muito em construtivismo e não sabia realmente o que era, utilizava o construtivismo em sua escola como matéria para ser aplicada pelos professores.


Predestinação

O gosto da leitura não vem de berço é um processo que é adquirido através de estímulos  e a sala de aula é um ótimo local para que a criança  tenha por  hábito a leitura.


Que Pierce Durma em Paz

Num curso sobre metodologia do ensino ao anunciar o 2º tópico da unidade do curso, uma professora mostra o seu problema. Informa que a turma não consegue entender o que ela está ensinando, já fez de tudo e a turma não consegue chegar ao aprendizado. Após perguntas e investigações descobre-se que o que está sendo ensinado para turma é a metodologia do ensino. Que deveria servir de base para as suas aulas.


Negação da experiência Pedagógica: O muito pelo pouco

O curso de extensão oferecidos aos professores na forma de reciclagem ou treinamento, precisa ser repensada. Os cursos oferecidos mudam constantemente e as novas práticas pedagógicas apresentada  podem ser até interessantes para os professores mais nem sempre para o aluno.


Diretora no Divã

A diretora no divã é uma históra séria que é vivida por muita diretores das instituições de ensino.Ao ver um professor récem formado, alegre , cheio de entusiamo e esperanças chegar na instituição, se dá para os alunos e tenta dar o melhor de si, porém  vê esse entusismo  se acabar com o passar dos anos. Os professores mais antigos todos acomodados também colaboram para esse desânimo. A diretora vê essa situação sem nada poder fazer , sem poder aumentar os sálarios, sem poder dar uma condição melhor na instituição, acaba ficando sem forças para lutar para contra essa situação.


Pacto da Mediocridade  “O ensino”

A Professora finge que ensina e os alunos fingem que aprendem. A professora chega atrasada em sala de aula, anda de um lado para o outro, chama a atenção dos mais bagunçeiros, se preocupa com a sua imagem e depois algums minutos “joga” a matéria no quadro negro.Quando resolve explicar o contéudo da aula, o sinal toca para o término da mesma .


Pacto da Mediocridade  “a aprendizagem”

A dissertação de uma aluna da 2º série do 2º grau conta a sua história escolar,a história se passa com três professores que não estam preocupados com o mágisterio. O 1º professor se preocupa com  avaliação e com quem está colando . O 2º que fala , fala e nada diz. O 3º é aquele professor que marca o ponto e pronto.Depois de algumas horas de aula, finalmente o professor  aparece, que torna as aulas interessantes e utéis.


Carbono para planejamento

Todo ano é a mesma coisa, a entrega do planejamento escolar ao diretor , e ele como sempre dá uma verificada e guarda na gaveta. Alguns professores acomodados ,que nem sabe para que serve o planejamento escolar paga a alguém para datilografar e depois de pronto tira uma cópia e guarda para o próximo ano.


Dinheiro para gastar

Depois de pedir o ano todo verbas para a manutenção escolar e reciclagem dos professores a delegada escolar recebe a verba, sem nenhuma correção monetária. A verba que foi recebida não dava para resolver os problemas pendentes. Através de uma reunião com a equipe pedagógica chegaram a seguinte conclusão:Que todos teriam que ter múltiplas funções e também contariam com a colaboração de alguns recursos utilizados no ano passado.E isso sem contar que deveriam dizer graças a Deus pela verba recebida.


O sacana do mágisterio

Alguns profissionais de educação devido a problemática do descasso com essa área, vem se desvalorizando, não desempenhando um bom trabalho nas instituições e não se importando com os alunos que são os mais prejudicados. Com isso a classe de educadores vai ficando mais desvalorizada.


Mediocridade Polivalente

Um canditado que foi participar de um processo seletivo para um curso de mestrado, em seu curriculo tinha várias habilidades. Depois de algumas perguntas descobriram que por necessidade o professor passou a ser polivalente. Passou a ensinar máterias que tão pouco conhecia, só estudou o necessário para aquele momento e não tinha maiores interesses em aprender .


O jargão da Mediocridade

Uma sátira sobre a vida do mágisterio que está desvalorizada e os professores que chegam com entusismo logo acabam perdendo por falta de insentivo e por falta de um sálario digno para a sua sobrevivência.





ESTUDOS COMPLEMENTARES



Determinantes do Trabalho Pedagógico Hoje

A Prática pedagógica nas escolas exigem necessariamente, consideração a respito dos fundamentos, conhecimentos e rumos que orientam o trabalho docente. Esse trabalho se une a vontade do professor ensinar e ao dos alunos aprenderem. Os aspectos que condiciona o bom funcionamento da escola, vem da qualidade do ensino proposto. E o professor é o responsável por essa qualidade. Qualidade que  muitas das vezes se torna debilitada devida a problematização do magistério, tais como baixos salários, a formação nem sempre adequada, as multíplas funções exercidas, entre outras. Alguns professores diante dessas situações despejam as suas frustrações nas relações pedagógicas, ou seja nos alunos e este se apresenta como fraco , desnutrido, interessado apenas na merenda oferecida. Esses fatores são atitudes enganosas, pois o conhecimento que se resulta de um ensinamento crítico em sala de aula conduzido por um professor leva os alunos a participarem de lutas contra o fracasso escolar.


Por uma Educação de Cárater

A educação escolarizada faz diferença no valor do individuo, esse fenômeno passa a influir diretamente nas decisões sobre o destino dessa pessoa . O professor é o portador de valores e conhecimentos e também interfere no destino desse grupo de pessoas com quem trabalha e ensina. A relação entre o trabalho pedagógico e o destino do aluno, faz com que o professor reflita sobre o que ensinar ,  e para que ensinar.O papel do professor é atribuido  a de um guardião escolar que controla o destino de todas as pessoas que mais ou menos participaram de uma educação escolar.


Leitura crítica no Âmbito Escolar

A leitura como uma prática social não pode ser compreendida isoladamente , mais sim e somente na totalidade das relações que dinamizam a sociedade.A promoção da leitura está condicionado a fatores econômicos e politicos. O descaso da área da promoção da leitura está sem dúvida ligado a questões da desqualificação do trabalho escolar como um todo . Os que estão no poder não estão interessados pela formação de leitores, a medida que a população lê e entende a população constesta e crítica a realidade do país.




Conclusão:

O livro nos apresenta uma visão geral e real do magistério em nosso país. São professores desinteressados devido aos baixos salários, a falta de  recursos que não são oferecidos para o trabalho, as intituições precárias,  enfim vários problemas que se passa constantemente.  Os que  têm  a esperança de mudar esse quadro, muitas vezes não são apoiados e também são abraçados pelo comodismo. Cabe a nós que estamos aqui tentar mudar essa realidade , porque se acomodarmos com a situação atual e não batalharmos juntos  para alcançar o nosso objetivo sempre vai ser a mesma coisa. Para os que estão no poder  é bom ter o  país com muitas pessoas “ignorantes”, sem uma visão crítica,  pois assim  fica mais fácil de serem  manipuladas .

Voltar