Make your own free website on Tripod.com

Friedrich Froebel

(1782-1852)

 Reformador educacional de primeira grandeza, professor universitário, com experiência em trabalhos práticos, enfatizou a importância da criança, destacando suas atividades estimuladas e dirigidas.

A grande contribuição de Froebel à educação reside em seus estudos e aplicações práticas acerca dos Jardins de Infância, dos quais é considerado o iniciador.

“A escola, para Froebel, é o lugar onde a criança deve aprender as coisas importantes da vida, os elementos essências da verdade, da justiça, da personalidade livre, da responsabilidade, da iniciativa, das relações causais e outras semelhantes, não as estudando, mas vivendo-as” (Monroe, p. 306). Para que tal vivência ocorre, Frobel considera de muita importância o brinquedo, o trabalho manual e o estudo da natureza, enquanto processos espontâneos na criança e, ao mesmo tempo, meios educativos.

Partindo dos interesses e tendências inatos na criança para a ação, o jardim de infância deve ajudar os alunos a expressarem-se e a desenvolverem-se, baseando-se na auto-atividade. A aquisição de conhecimentos está em segundo plano, subordinado ao crescimento através da atividade.

O gesto, o canto e a linguagem são as formas de expressão de sentimentos e idéias apropriadas à educação infantil.

A história contada pela professora, por exemplo, deve ser expressa pela criança “não somente na sua própria linguagem, mas por meios de canções, representações, figuras ou construção de objetos simples com papel, barro ou outro material adequado. Deste modo as idéias são olhos treinados, os músculos coordenados, e a natureza moral fortalecida pelo esforço para realizar, em forma concreta e objetiva, os motivos superiores e os sentimentos despertados” (Id. Ibid., p.309).

A mais luminosa idéia com que Frobel contribuiu para a Pedagogia moderna foi a de que o ser humano é essencialmente dinâmico e produtivo, e não meramente receptivo. O homem pe uma força auto-geradora e não uma esponja que absorve conhecimento do exterior.

O objetivo do ensino é sempre extrair mais do homem do que colocar mais e mais dentro dele. A criança não deve ser iniciada em nenhum novo assunto enquanto não estiver madura para ele.

Educação para Froebel é um processo pelo qual o indivíduo desenvolve a condição humana auto-consciente, com todos os seus poderes funcionando completa e harmoniosamente, em relação à natureza e à sociedade.

Voltar